O que fazer em Paris, a cidade do glamour e do amor


Paris é conhecida como Cidade Luz, considerada a cidade do glamour e do amor. Uma das cidades mais românticas do mundo. E digo que realmente é verdade. E não foi a toa que meu marido a escolheu para passar nossa lua de mel.

Mas Paris não é apenas para os casais apaixonados. Considerada o berço dos principais monumentos históricos e museus do mundo, há muitas coisas para ver e descobrir sobre essa cidade encantadora que guarda segredos de arte, cultura, religião, moda e gastronomia.

Uma magia inexplicável! Para quem a visita pela primeira vez, é amor a primeira vista.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Quantos dias ficar? Como se locomover

Paris possui uma infinidade de atrações para todos os gostos. Museus, igrejas, parques, compras, parques temáticos, monumentos, construções históricas, centros culturais, shows, eventos, passeios, castelos, palácios e jardins são alguns exemplos.

Com quatro dias de estadia é possível visitar as mais importantes e conhecidas atrações mas ainda assim, pode não ser suficiente.

Muitas das atrações podem ser visitadas a pé pois são bem próximas. Aliás, caminhar é uma das receitas clássicas para conhecer Paris ao máximo. Por isso, uma dica é levar roupas e sapatos confortáveis.

Algumas atrações no entanto estarão um pouco mais afastadas. Nesses casos você poderá utilizar o metrô. A rede de metrô de Paris é gigantesca e possui mais de 300 estações. Quando as estações fecham, os ônibus noturnos continuam a funcionar e assim você fica 24h coberto para andar por Paris inteira.

O Que fazer em Paris?

Torre Eiffel

Torre-Eiffel

A Torre Eiffel é com certeza um dos monumentos mais conhecidos do mundo. Construída em 1889 por Gustave Eiffel. Ela é um verdadeiro ícone da França. Possui 324 metros de altura e é o monumento pago mais visitado do mundo. Milhões de pessoas sobem na torre a cada ano. Não lembro ao certo qual foi o preço do bilhete mas não foi caro. Existe a opção mais barata que é subir pelas escadas mas elas só te dão acesso até um nível da torre. Para subir mais é preciso pagar pelo ticket que te dá acesso pelos elevadores. Você pode subir de elevador até o segundo andar ou ir até o topo.

Ao anoitecer as luzes em tons amarelados acendem, assim a Torre se destaca em qualquer local que você esteja em Paris. Além disso de hora em hora elas começam a piscar.

Quando fomos a Paris era Verão e o dia só começou a escurecer mesmo  a partir das 21h. Isso é normal e dependendo da estação o horário será diferente. Confira no site http://www.timeanddate.com o horário exato do por do sol.

Champ de Mars

Champ de Mars

Champ de Mars e a Torre Eiffel ao fundo

Em frente a Torre está uma das áreas mais verdes de Paris, o Champ de Mars. Nas estações mais quentes diversas pessoas esticam suas toalhas e fazem piquenique. A dica é comprar um bom vinho e aproveitar o anoitecer.

Museu do Louvre

Entrada do Museu do Louvre - Pirâmide

Entrada do Museu do Louvre – Pirâmide

O Museu do Louvre é o mais visitado do mundo. Muitos já o viram através do filme  ‘O Código Da Vinci’. Dentre as principais obras que podemos encontrar estão a famosa Mona Lisa e a Vénus de Milo. Existem também enormes coleções de artefatos do Egito antigo, da civilização greco-romana, artes decorativas e aplicadas, e numerosas obras-primas dos grandes artistas da Europa.

O Museu é enorme e com tudo isso acredito que 1 semana não bastaria para conhecer todas as suas obras. Mas é claro que nehum turista terá tempo nem disposição para tanto. O ideal é reservar um dia inteiro.

Champs Elysées

A Champs-Elysées (em português Campos Elísios) é uma das mais famosas e glamourosas avenidas do mundo, une a Place de la Concorde e o Arco do Triunfo. Também através dela passa por dois dos mais belos prédios da cidade: o Grand e o Petit Palais. Mais a oeste, a avenida está alinhada com cinemas, cafés e restaurantes, e lojas especializadas de luxo.

A Champs-Élysées termina no Arco do Triunfo, construído por Napoleão Bonaparte para homenagear suas conquistas.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo localiza-se na praça Charles de Gaulle, uma das duas extremidades da avenida Champs-Élysées. Ele foi construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte, o qual ordenou a sua construção em 1806. O monumento tornou-se, desde então, ponto de partida ou passagem das principais paradas militares, manifestações e visitas turísticas. Quando nós a visitamos estava ocorrendo algum tipo de manifestação pois havia muitas pessoas além de diversos carros policiais por perto e militares fardados. O arco possui 50 metros de altura e é possível subir até o topo. Não subimos, preferimos economizar para subir na torre Eiffel que dá uma vista muito mais ampla da cidade.

Petit Palais e Grand Palais

Em frente ao Grand Palais

Em frente ao Grand Palais

O Petit Palais é um edifício histórico e museu das belas artes.  O edifício foi construído pelo arquitecto Charles Girault para a Exposição Universal de 1900, fazendo parte de um conjunto monumental com o Grand Palais e a Ponte Alexandre III.

Catedral de Note Drame

Catedral de Note Drame

Catedral de Note Drame

A Catedral de Notre-Dame de Paris é uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico. Iniciada sua construção no ano de 1163 foram necessários 300 anos para construí-la. É dedicada a Maria, Mãe de Jesus Cristo (daí o nome Notre-Dame – Nossa Senhora).

A entrada é gratuita e dizem sempre possuir filas enormes para poder entrar. Acho que tivemos sorte pois não precisamos pegar fila nenhuma. Caminhamos por dentro e observamos os vitrais, painéis e imagens. Assistimos um pouco da missa e depois percorremos sobre os entornos do lugar. Ficamos um bom tempo admirando a beleza e os detalhes. A noite a iluminação deixa a catedral ainda mais bela.

Pont Neuf e Pont des Arts

Pont Neuf ao fundo

Pont Neuf ao fundo

A Pont Neuf que em português significa ‘Ponte Nova’ é, paradoxalmente, a mais antiga das pontes que cruzam o rio Sena. O nome “Novo” foi dado para distinguir-se das antigas pontes medievais, erguidas com casas em ambos os lados. A ponte em si não tem nada de mais e só um ponto de passagem. Serve para apreciar a vista. No meio dela você vai ver ao longe, a Pont des Arts.

A Pont des Arts é a famosa Ponte do Amor. Aquela em que as pessoas trancam cadeados com seus nomes e depois jogam a chave no Rio  selando assim um “amor eterno”.

Rio Sena

Em frente a Notre Dame - Passeando pelo Rio Sena no Batobus

Em frente a Notre Dame – Passeando pelo Rio Sena no Batobus

Você pode fazer o passeio de barco pelo Rio Sena através da empresa Batobus. Além de explorar boa parte do Rio e visualizar as melhores paisagens de Paris ele é também um eficiente meio de transporte. O passeio é válido para o dia todo e você pode descer e subir no barco quantas vezes quiser. O ponto inicial é próximo a Torre Eiffel. O batobus passa por oito estações localizadas em pontos importantes da cidade. Veja mais informações no site http://www.batobus.com/.

Estação JArdon des Plantes - Batobus Paris

Estação JArdon des Plantes – Batobus Paris

Basílica Sacre Coeur

Basílica Sacre Coeur

Basílica Sacre Coeur

A basílica do Sagrado Coração (em francês, basilique du Sacré-Coeur) é um templo da Igreja Católica Romana em Paris, sendo, também, o símbolo do bairro de Monte Martre. A basílica está localizada no topo do Monte Martre, o ponto mais alto da cidade. O acesso até a igreja pode ser feito por escadas ou se preferir, de funicular.

 Moulin Rouge

Moulin Rouge

Moulin Rouge

Moulin Rouge (em português significa Moinho Vermelho) é um cabaré tradicional, construído no ano de 1889 por Josep Oller. Situado na zona de Pigalle no Boulevard de Clichy, ao pé de Montmartre, em Paris, França. É famoso pela inclusão no terraço do seu edifício de um grande moinho vermelho. O Moulin Rouge é um símbolo emblemático da noite parisiense, e tem uma rica história ligada à boémia da cidade.

 Jardim de Luxemburgo

100_6895100_6907O Jardim do Luxemburgo é o maior parque público da cidade de Paris com mais de 224 mil m², atualmente pertence ao Senado da França, que está sediado no famoso Palácio do Luxemburgo. O jardim é decorado com estátuas, flores bonitas, muitas árvores e pequenos lagos.

É um lugar maravilhoso e agradável seja para descanso, ler um livro, admirar as belas flores, conversar, fazer piquenique e passear com a família ou amigos.