Conhecendo as dunas e lagoas dos Lençóis Maranhenses


Lençóis Maranhenses é uma região situada no litoral nordeste do Maranhão a cerca de 250 km de São Luís e compreende os municípios de Primeira Cruz, Humberto de Campos e Barreirinhas, sendo este último a porta de entrada dos turistas. Vale ressaltar que não se trata de uma região qualquer. É um lugar único no mundo por conta das peculiaridades locais: um verdadeiro deserto de areias brancas salpicado de lagoas de todas as cores, tamanhos e tipos. Uma paisagem que impressiona tanto que gringos de várias nacionalidades disputam espaço nas dunas com brasileiros e dão um toque cosmopolita ao local.

As Dunas dos Lençóis Maranhenses

As Dunas dos Lençóis Maranhenses

Para conhecer os Lençóis com um certo conforto, três dias são suficientes. Em Barreirinhas há diversas agências que promovem passeios e acredite, você vai precisar delas. Explico porque: as dunas e lagoas não ficam tão próximas de Barreirinhas e o acesso é complicado. Somente veículos 4×4 adaptados para as condições da região conseguem vencer os duros obstáculos naturais como areia fofa, córregos e dunas inclinadas. Além disso, é preciso conhecer muito bem a região pois trata-se de um labirinto de dunas nada sinalizado. Muito fácil se perder e essa é a última coisa que o turista pode querer: ficar perdido em um “deserto”.

Muitas pessoas se perguntam qual a melhor época do ano para visitar os Lençóis e isso faz enorme diferença no planejamento da sua viagem. As lagoas são formadas pelas águas das chuvas que caem em abundância no primeiro semestre. Portanto, os meses do ínicio do segundo semestre são os mais indicados, caso você queira curtir águas cristalinas. Á medida que o final do ano se aproxima, a maioria das lagoas vai secando. Apenas algumas poucas são perenes e possuem água o ano inteiro. Esse detalhe muda completamente a experiência de conhecer os Lençóis.

Entre os diversos passeios que podemos fazer na região, destaco três: Lagoa Azul, Lagoa Bonita e Santo Amaro.

A Lagoa Azul é uma das mais concorridas da região devido a seu fácil acesso. É também onde você irá encontrar mais turistas se banhando. É uma boa opção para iniciar seus passeios nos Lençóis e se ambientar à realidade dos próximos dias: subir e descer dunas de até 40 metros, caminhar na areia fofa por horas com o sol a pino e testemunhar os mais inesquecíveis pores do sol da sua vida. Esse passeio dura metade de um dia e é aconselhavel fazê-lo na parte da tarde a fim de garantir um por do sol indescritível.

Lagoa Azul - Lençóis Maranhenses

Lagoa Azul em Lençóis Maranhenses

A Lagoa Bonita também é feita em uma metade de dia e mais uma vez a dica é fazê-la na parte da tarde. Foi neste local que presenciei o por do sol mais incrível da viagem. A paisagem colabora e parece ter sido projetada sob medida para essa ocasião. Turistas se acumulam na mais alta duna da região para presenciar esse espetáculo singular. Ah, a lagoa também é muito bonita e agradável, mas de fato o por do sol rouba a cena neste passeio.

Por do sol na Lagoa Bonita - Lençóis Maranhenses

Por do sol na Lagoa Bonita – Lençóis Maranhenses

Outra ótima opção é Santo Amaro, um modesto município ao norte de Barreirinhas totalmente dentro do Parque dos Lençóis Maranhenses. Um trecho deste percurso é feito por rodovia e outro pela areia, dificultando bastante o acesso. Depois de muito sacolejar e quicar chega-se às lagoas das Andorinhas e das Gaivotas, dois paradísiacos lugares quase selvagem. É a oportunidade perfeita para se sentir dono da região, curtir lagoas exclusivas e tirar suas melhores fotos. Inesquecível e imperdível. Reserve um dia completo para este passeio.

Lagoa das Andorinhas - Lençóis Maranhenses

Lagoa das Andorinhas – Lençóis Maranhenses

Se você ainda tiver disposição (e uma graninha sobrando) pode fazer um sobrevoo pelos Lençóis. Vários pilotos oferecem esse serviço em pequenos monomotores para até três pessoas. E a visão, para variar, é espetacular. Pode-se ter uma perfeita noção da grandeza dos Lençois. Mais de 80 km de ponta a ponta a se perder de vista. Dunas permeadas por lagos formando um mosaico de cores. Sublime. Como sempre, a dica é sobrevoar no final da tarde com a luz do sol poente dourando as areias e criando um cenário idílico.

Lencois-Maranhences-Sobrevoo

Em Barreirinhas não há muito o que se fazer durante o dia, mas é uma cidade bem agradável a noite (de dia é mortalmente quente), com diversos barzinhos e restaurantes na Avenida Beira-Rio. O clima é simples e informal e há opções para todos os gostos gastronômicos. Os destaques são os deliciosos robalos e pescadas-amarela.

Muitos turistas aproveitam a ocasião para seguir viagem pelo Rio Preguiças em direção a Atins, um minúsculo vilarejo na foz desse mesmo rio reunindo dunas e praias e oferece mais tranquilidade que Barreirinhas. É uma ótima alternativa para substituir os tradicionais passeios de barco pelo rio que as agências oferecem. Há algumas paradas em vilarejos onde turistas podem ter contato com os artesanatos nativos e pratos mais baratos e autênticos.

Lencois-Maranhences-Pessoas-Caminhando-Areia-Deserto

Os Lençóis Maranhenses são uma excelente opção para quem quer conhecer paisagens com pouca interferência humana. As dunas e lagoas são os grandes astros da viagem, é verdade, mas a culinárias honesta, a simpatia dos locais e os artesanatos de boa qualidade são coadjuvantes de respeito para fazer dos Lençóis um paraíso nacional muito bem preservado e ainda pouco explorado pelos turistas brasileiros.

Últimos posts por Mauro Albuquerque (exibir todos)